top of page

SETEMBRO AMARELO



Como surgiu esse movimento?


O setembro amarelo é uma campanha de conscientização e prevenção ao suicídio.

Diversos movimentos e campanhas ocorrem pelo mundo todo, buscando oferecer ajuda e saúde mental àqueles que vêm enfrentando sofrimentos psíquicos intensos.


Devido ao dia mundial de prevenção ao suicídio, celebrado no dia 10 de setembro de cada ano, a CVV (centro de valorização a vida), criou em 2015 o setembro amarelo. Buscando trazer uma maior proporção e engajamento à causa.

De acordo com a CVV, a cor amarela foi escolhida por representar a luz do sol, é uma espécie de simbolismo que corresponde à preservação da vida. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), mais de 90% dos casos de suicídio, estão associados a distúrbios mentais. Portanto, podem ser evitados, se os sintomas forem atendidos por profissionais preparados e qualificados.

No Brasil, 32 pessoas cometem suicídio por dia, algo equivalente a 1 suicídio a cada 40 minutos. No mundo o número é ainda mais assustador, 1 suicídio a cada 40 segundos.

Acredito que com base nestes dados você já tenha se dado conta da importância de se debater sobre esse tema.

Assim como aponta a CVV, é preciso perder o medo de se falar sobre o assunto, o caminho é quebrar os tabus e compartilhar informações.


Então, o que leva uma pessoa ao ponto de querer tirar sua própria vida, sendo que este é um dos maiores medos da sociedade? Uma das principais causas é a depressão.

Ainda de acordo com a OMS, 300 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão e este será um dos maiores motivos do afastamento do trabalho. No Brasil, cerca de 5,8% da população é atingida pela doença.

Então vejamos, se uma pessoa busca pelo suicídio por causa da depressão, o que leva uma pessoa a ter depressão?

Vivemos em um mundo extremamente digital, onde nossas redes sociais nem sempre mostram a realidade, onde uma amizade virtual vale mais que a real, onde uma curtida vale mais que um elogio e onde cobranças por produtividade e desempenho aumentam a cada dia. A pergunta é: Isso está certo? É claro que existem inúmeros fatores que podem

levar uma pessoa a desenvolver depressão, cada caso é único e merece uma atenção especial. Mas será que todo esse contexto social moderno no qual estamos vivendo, não tem contribuído para a explosão dessa doença psíquica?


As redes sociais se tornaram verdadeiras vitrines das nossas vidas, onde só as coisas boas devem ser expostas. Sendo assim, quando não conseguimos postar algo tão interessante quanto ao outro nos sentimos frustrados e inúteis.

Mas por quê nos sentimos assim? Será mesmo que você precisa ter tudo aquilo que o outro tem ou posta? Será mesmo que você precisa ser igual aquela pessoa?

Será que no mundo real ela não enfrenta as mesmas dificuldades que você ou ainda piores que as suas?


Sempre que buscamos ou desejamos algo em nossas vidas, devemos nos fazer a seguinte pergunta. Eu realmente quero isso ou apenas quero provar para alguém que eu posso? A cobrança por resultados, estudos e estabilidade financeira nos faz mergulhar em diversos contextos fantasiosos sobre a vida. A vida que se passa nas redes sociais não existe, ninguém é feliz 24hs por dia e nunca será! Mas está tudo bem, isso não é um problema, é a vida real! As frustrações fazem parte dela também e o mundo parece ignorar isso, fazendo com que os casos de depressão e suicídio aumentem a cada dia.


Portanto a mensagem que quero deixar com base em todos esses dados é, pare de se preocupar com cada detalhe que lhe é imposto, seja você mesmo na medida em que puder e não na que o mundo lhe exige. Somos seres humanos, não somos robôs, eles não se cansam nem possuem sentimentos.

Quero deixar aqui 3 frases para aqueles que vem enfrentando esse tipo de problema:

"Não importa onde você parou, em que momento na vida você parou, sempre é possível recomeçar."


"Se você puder olhar para vida com mais carinho, verá que há muito mais motivos para seguir em frente."


"Não desista de você por causa do que o outro te disse, você é muito mais que palavras ruins e falsas."


Matéria feita pelo parceiro Plan Minas: Erikson Wander de Oliveira da Silva - CRP 04/57656

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


003.png
bottom of page